.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27

.posts recentes

. Castigo de Floribella

. Texto descritivo

. Publicidade

. O tesouro dos sentidos

. Coisas deste livro

. No comboio descendente

. Poema

. Liberdade

. Escrita Criativa

. "Acordei uns dias depois....

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds

Sábado, 28 de Fevereiro de 2009

Castigo de Floribella

Vem a Floribella e pergunta ao Arrais do Inferno:

 

 

Flor.    Para onde ides?

Dia.     Para o local infernal...

Flor.    Mas essa barca é tão feia!

            De certeza que nem palcos tem…

Dia.     Olha lá para que raio é

            que tu precisas de palcos depois de morta?

Flor.    Para que é que achas?

            Para poder cantar e

            com a minha beleza mostrar

            que sou uma estrela!

Dia.     Estrelas no Inferno?

            Hi, hi, hi só podes estar a brincar!

Flor.    E quem é que disse que

            eu quero ir para o Inferno?

Dia.     E achas que consegues ir para o céu?

            Com a fama toda que tinhas

            não vais de certeza!

Flor.    Porque não irei?

            Sou bonita, o meu cabelo é espectacular,

            tenho uns peitos que metem

            inveja as muitas mulheres…

            Que queres mais?

Dia.     Por falar em peitos onde é

            que arranjas-te dinheiro

            para os poderes ter?

Flor.    Com o meu trabalho!

Dia.     Qual deles o de cantora,

            o de apresentadora, o de actriz,

            ou o de pega?

Flor.    Pega? Eu? Deves estar a ver mal!

            O dinheiro consegui-o trabalhando.

Dia.     Deves ter trabalhado muito!

Flor.    Quero lá saber do que pensas,

            Nesta barca é que eu não entro!

 

Dirigiu-se para a barca do anjo!

 

Flor.    Esperai por mim!

Anjo    Que quereis de mim?

Flor.    Quero ir para o paraíso contigo!

Anjo    Quem és tu?

Flor.    Sou a Floribella.

            Não me conheces?

            Sou da televisão!

Anjo   Porque razão te levarei comigo?

Flor.    Porque sou uma estrela!

Anjo    Uma estrela que se faz

            as inocentes crianças?

Flor.    Eu não me faço a elas,

            eu apenas adoro crianças!

Anjo    Mas aqui não entrarás!

            Pois acabas-te de mentir e

            aproveitas-te de muita coisa na terra!

Flor.    Porquê? Eu apenas fiz o que mais gostava

Anjo    Talvez porque nunca tenhas

            pensado nas poucas vergonhas

            que andas-te a fazer!

 

Volta à barca do Diabo

 

Flor.    Hou da barca!

Dia.     Sempre voltas-te!

            Agora entrai e remai.

            Daqui a pouco chegaremos

            ao infernal cais!

 

 

 

publicado por Diário de Diana às 16:57
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De paulo faria a 8 de Março de 2009 às 21:45
Diana, não baixes os braços: temos que lutar até ao fim... Verás que valerá a pena.

Comentar post

.links