.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27

.posts recentes

. Castigo de Floribella

. Texto descritivo

. Publicidade

. O tesouro dos sentidos

. Coisas deste livro

. No comboio descendente

. Poema

. Liberdade

. Escrita Criativa

. "Acordei uns dias depois....

.arquivos

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds

Segunda-feira, 3 de Setembro de 2007

Frei Genebro

À muito tempo havia um frade chamado Genebro era discípulo de

S. Francisco que dará o que tinha aos pobres, passava muita fome e em vez de se divertir rezava.

Ajudava os necessitados, animava os tristes andava descalço e com roupas rotas.

Um dia, Frei Genebro partira em viagem. Descalço como sempre, ia na estrada e lembrou-se do irmão Egídio que tinha andado com ele num convento subiu montes e foi ver como ele estava. O irmão Egídio estava muito mal e apetecia-lhe um pedaço de porco. Então Genebro foi ao rebanho de porcos que passara por ele e agarrou num porco e cortou-lhe uma perna e deixou ali o porco com três patas a sangrar muito foi cozinhar o porco para o irmão e foi-se embora dizendo que mandaria alguém do convento para cuidar dele.

Mas como toda a gente morre S. Genebro também morreu e um anjo foi busca-lo por entre as nuvens levou para a balança para ver o que ele tinha feito de bem e o de mal primeiro encheu-se o prato do que ele tinha feito de bem os anjos estavam encantados mas quando apareceu no prato o que ele tinha feito de mal viu-se o porco a esguichar e a deitar muito sangue uma mão de Deus pegou na alma do Frei Genebro e deixou cair na escuridão do purgatório.

publicado por Diário de Diana às 18:14
link do post | comentar | favorito
|

.links